Financiamento

Em 19/05/06, o BNDES criou o PROESCO, a primeira linha de financiamento feita especificamente para ESCOS. Para mais detalhes sobre esta linha de atuação do BNDES, fazer download do documento PROESCO, na lista de Downloads.

A falta de linhas de crédito para financiar projetos de eficiência tem sido o grande entrave na expansão deste mercado. Mudar este quadro foi um objetivo perseguido pelo INEE desde a sua criação, tendo trabalhado junto ao BNDES para criar uma linha de crédito específica. A falta de financiamento de terceiros para este tipo de projeto refletiu um problema maior do sistema financeiro brasileiro. É resultado também de não ter consolidados instrumentos básicos de negócio das ESCOS, como os Contratos de Performance e a Medição e Verificação dos resultados - também tratados neste website.

O INEE, junto com outras entidades nacionais e internacionais, criou em janeiro de 2001 um Grupo de Trabalho para estudar o financiamento de projetos de Eficiência Energética. Este GT contou com o apoio financeiro da USAID, através de programas do IIEC e Winrock Internacional (programa BCEEP). Em março de 2003, o Banco Mundial também concretizou seu apoio através do Ibmec. A ABESCO, associação das ESCOS brasileiras, tem dado continuidade aos trabalhos.

O INEE disponibilizou os seguintes trabalhos para download:

Apoio a Projetos de Eficiência Energética;

19/5/2006; BNDES.
Condições para o Apoio a Projetos de Eficiência Energética

Alternative Financing Models for Energy Efficiency Performance Contracting;

1/7/2003; Alan Douglas Poole & Thomas H. Stoner, Jr.
Por que, Opções, Vantagens e Desvantagens dos Contratos de Performance.

Special Purpose Entity (SPE) ESCO Financial Model;

1/6/2003; Econergy International.

Developing a Guarantee Fund for Energy Efficiency Projects in Brazil;

5/10/2002; Alan Douglas Poole & Thomas H. Stoner, Jr.
Este documento explora a criação de um Fundo Garantidor (Fundo de Aval) de Investimentos em Eficiência, notadamente ESCO. Faz parte de um trabalho conjunto com a Índia e China realizado com apoio do Banco Mundial.

Financing of Third Party Energy Efficiency Services in Brazil;

1/10/2001; INEE & A2R Fundos Ambientais.

Alternative Market Frameworks for ESCO Finance;

23/1/2001; IIEC.
Documento preparado sob a coordenação do IIEC - International Institute for Energy Conservation, com base nas conclusões do seminário realizado no BNDES em janeiro de 2001.

Brazil Mission Report;

3/11/2000; Banco Mundial.
Fonte relevante de informações sobre financiamento de ESCOS preparado por uma equipe de consultores do Banco Mundial.
Newsletter Fale Conosco